sexta-feira, 18 de junho de 2010

A Ira

O dicionário Aurélio afirma que a palavra Ira, significa cólera ou desejo de vingança.
Aí acaba a definição para algo tão letal. Fico a imaginar, se fosse algo tão aparentemente simples assim seria fácil retirar esse sentimento indesejado de nosso coração, mas o que acontece é que quando somos surpreendidos por situações inesperadas em alguma parte do caminho de nossa vida, percebemos que, por causa da decepção surge a dor..., uma dor lancinante..., mas depois, com o passar do tempo, a ira toma lugar da dor, mas não é uma ira com sentido de destruir, mas sim uma ira que nos ilude ao nos fazer sentir uma certa segurança... Sim, porque a partir do momento que a ira passa a substituir a decepção que trouxe dor, ela passa a nos fazer construir ao nosso redor uma espécie de ‘muro’, como o muro de Berlim que separava as duas Alemanhas, fazendo sofrer as famílias, os amantes, os enamorados, os pais que moravam na outra parte da Alemanha.

A ira é medonha, maldosa, maldita, desditosa...
A ira é tudo que nunca se deve guardar ou deixar permanecer no coração; há que haver vigilância constante para não deixar essa inquilina indesejada e extremamente perigosa se instalar no coração, porque é de lá que procedem todos as nossas palavras e intenções.

Deus te abençoe.
Em Cristo,
Helena

Um comentário:

  1. eii mamis... muito legal ficou o blog! Gostei!! :D
    TE AMO MUITÃO!

    ResponderExcluir